Browsed by
Tag: sucesso

Carlos Wizard: Uma trajetória de Sucesso

Carlos Wizard: Uma trajetória de Sucesso

Toda trajetória de sucesso, começa em algum ponto, e com Carlos Wizard não foi diferente. Se hoje é um dos grandes empresários brasileiros é porque sempre teve em seu caminho uma liderança forte. Hoje vamos conhecer o caminho trilhado por este grande empreendedor, até o reconhecimento atual. Nascido em Curitiba, Carlos foi estudar inglês nos Estados Unidos aos 19 anos e no ano de 1987 em Campinas fundou a escola de idiomas que carrega o seu sobrenome, a Wizard. Carlos é notadamente um empresário agressivo e fez dessa característica o seu principal condutor para a escalada de sucesso da escola. Adquirindo outras redes de ensino como a Yazigi, Microlins e Skill, formou o Grupo Multi Educação. Em 2013 o grupo foi vendido para a britânica Pearson, por 2 bilhões de reais, considerado uma das maiores negociações do setor de educação no Brasil.

Antes de vender o grupo de educação, Wizard passou a atuar também no mercado de cartões pré-pagos com a fundação da Vale Presente em 2011. Após a venda das franquias, Carlos só voltou ao mercado em 2014, quando adquiriu por meio da Sforza (uma private equity familiar que investe em negócios com alto potencial de crescimento nos mercados de varejo e esportes, tanto no Brasil quanto no exterior) a Mundo Verde, a maior rede de produtos naturais da América Latina.

Um grande líder sabe muito bem formar alianças de valor e com Wizard não foi diferente. Aliado ao pentacampeão Ronaldo Fenômeno, criou uma rede de escolas para crianças e jovens, a Ronaldo Academy. Ainda investindo no setor esportivo, Carlos anunciou a compra de 100% das operações da Topper e Rainha, fundando a BR Sports. Diversificar é um ponto onde o líder de sucesso deve sempre estar atento, em 2016, Wizard trouxe para o Brasil a conceituada rede de fast-food de comida mexicana Taco Bell.

A família é sempre um pilar para um grande líder e com Wizard não é diferente, em 2017, junto com as suas filhas Thais e Priscila Martins anunciou um novo empreendimento: A Aloha Olis, que venderá óleos essenciais e cosméticos exclusivamente via Internet e vendas diretas.
Sempre mantendo boas parceria, Wizard mostra que as vezes devemos voltar às origens e 3 anos após vender o Grupo Multi, Carlos Wizard se associou ao empresário Flávio Augusta Silva e investiu cerca de R$ 200 milhões na aquisição de 35% da rede de escolas Wise Up. Marcando o seu retorno ao ramo que lhe garantiu o sucesso.

Além de ser um grande investidor e empresário, Carlos Wizard passa seus conhecimentos adiante, como todo líder deve fazer. Wizard é autor do Best-Seller “Desperte o milionário que há em você”, publicado no Brasil, Europa, Estados Unidos e China. Também tem outros livros publicados e viaja o Brasil dando palestras e distribuindo o seu conhecimento.

Esta semana você conheceu o perfil de sucesso de Carlos Wizard, no próximo post passaremos alguns dos ensinamentos deste grande líder para você se inspirar e chegar no topo.

Atitudes para chegar ao sucesso

Atitudes para chegar ao sucesso

As vezes os empreendedores de primeira viagem têm dificuldade em enfrentar os primeiros desafios da jornada e simples atitudes vão te ajudar a chegar ao sucesso. Listamos dez hábitos que vão transformar o seu dia a dia e tornar o caminho para o sucesso mais fácil.

Listamos 10 atitudes que vão mudar o rumo do seu empreendimento
  • Tenha rituais:

Uma das atitudes que ajuda no sucesso de empreendedores é ter rituais diários e dar valor para eles. Uma lição de atitude que pode ajudar e que pode parecer simples é: chegar cedo na empresa e ser exemplo aos seus liderados.

  • Converse:

Não fique só na frente do computador, converse com seus funcionários, não só sobre a empresa, mas sobre o mercado, sobre a vida deles, conheça seus liderados. Também visite seus clientes, converse com eles, isso te dará uma visão ampla dos negócios e do mercado e te ajudará nas futuras decisões.

  • A vida não é só trabalho:

É importante dedicar tempo a coisas que você gosta, praticar esportes, sair com a família, tirar um tempo para si. Quando o empreendedor não faz isso, isso afeta a sua saúde e sua tomada de decisão fica comprometida.

  • Conheça seu negócio:

Aprenda algo novo sobre seu negócio todos os dias. Leia sobre o assunto, procure cursos ou programas específicos na internet.

  • Procure ajuda:

A vida do empreendedor por vezes é muito solitária e exigem muitas decisões importantes que afetam a vida de muitas pessoas. É recomendado que você sempre tenha alguém que te ajude a tomar decisões, que possa acrescentar algo sobre aquilo que você está vivendo.

  • Cuide da sua saúde:

Muitos empreendedores deixam de lado um fator muito importante na sua jornada: é a saúde. A rotina, aflições e decisões, isso tudo pode influenciar na sua vida e na sua saúde, então procure manter tudo em dia para evitar problemas no futuro.

  • Seja persistente, mas não seja teimoso:

Uma das coisas mais comuns que você vai ouvir durante a sua caminhada para o sucesso é que você tem que ser persistente e isso realmente é uma verdade, mas existe uma pequena linha entre ser persistente e ser teimoso. Não adianta nada insistir em algo que está dando certo, um bom empreendedor também sabe a hora de enxergar o mercado e recuar.

  • Ouça os seus clientes:

Muitas vezes os empreendedores deixam de ouvir seus clientes, ou só querem ouvir um bom feedback, mas muitas vezes quando ouvimos não, podemos tirar valiosas lições que podem ajudar a alavancar o seu negócio

  • Planejamento:

A principal característica dos empreendedores é a iniciativa, mas é fundamental planejar na hora de começar um negócio, lançar um produto. Tente encontrar um equilíbrio entre a iniciativa e o planejamento.

  • Pense o seu produto:

Além de planejar todo o seu empreendimento, planeje como você vai lançar o seu produto, pesquise sobre o mercado, sobre as demandas, sobre como funcionará as operações.

Com pequenas atitudes você poderá transformar o seu empreendimento e em pouco tempo atingir o tão almejado sucesso.

Crise: Siga Os Grandes Líderes

Crise: Siga Os Grandes Líderes

Em tempos de crise é importante observar aqueles que passaram por momentos difíceis e conseguiram contornar as situações adversas. Martin Luther King, Mahatma Gandhi, Napoleão Bonaparte, Júlio César, Alexandre – O Grande, são 5 grandes homens da nossa história e que em determinado momento se depararam com uma crise e souberam enfrentá-la de frente, lidaram com as adversidades e chegaram ao sucesso, conquistando uma legião de admiradores pelo mundo.

 

Mas o que esses grandes líderes tem em comum?

 

Master Mind RS

 

Ao se deparar com uma recessão, todo grande líder é movido por apenas um sentimento: coragem. Os seus liderados esperam que você tenha coragem para enfrentar qualquer instabilidade ou obstáculo que possa aparecer no seu dia a dia. A sua equipe será o seu apoio quando eles perceberam que você é autêntico, determinado, coerente, humilde e administra as suas emoções.

 

O que você não deve fazer durante uma crise

 

Master Mind RS

 

Distanciar-se: Permaneça perto da sua equipe, esteja presente, quando você é próximo dos seus liderados, você consegue motiva-los e engaja-los nos projetos que ajudarão a sair da crise. Nunca se esqueça, um líder deve liderar também pelo exemplo, isso fará com que você se aproxime dos seus colaboradores.

Não ser transparente: Seja direto, jogue limpo, não abra mão de ser realista, una a sua equipe e tranquilize-os, isso transmitirá credibilidade ao time e fará você como uma referência digna de ser seguida.

Terceirizar a culpa: Não procure culpados quando você se deparar com um problema, procure compreender a origem da crise e administra-la da melhor forma. Terceirizar a culpa pode fazer com que seus colaboradores percam a confiança em você.

Isolar-se: Ficar sozinho nunca é a melhor solução, socialize as suas ideias. Quando você compartilha o que você pensa e acredita, seus liderados acreditam mais em você. Lembre-se: várias cabeças pensam melhor que uma.

Fonte: Exame.com

7 perguntas que vão ajudar você a alcançar metas

7 perguntas que vão ajudar você a alcançar metas

Você anda frustrado com algum aspecto da sua vida? Não se enxerga onde gostaria de estar, seja pessoalmente ou profissionalmente? Isso realmente pode abalar a nossa energia e até a autoestima, mas saiba que reclamar não é o melhor caminho. Ao invés disso, a dica é fazer uma análise da situação para ver quais os caminhos que se abrem.

O planejamento é uma das chaves do sucesso e da realização. Se você quer alcançar metas precisa, antes de mais nada, saber quais são tais objetivos. Organize seus pensamentos para poder ter foco e ser mais persistente. Então, confira 7 perguntas que vão ajudar a apontar caminhos.

 

Planejando com o 5w2h

 

Master Mind RS

 

A 5w2h é uma sigla em inglês que reúne cinco perguntas com W (what, why, where, when, who) e dois questionamentos com H (how e how much). Tal ferramenta é muito útil para projetos específicos, planos de negócio e até mesmo situações da vida pessoal ou profissional de forma mais abrangente. Saiba mais sobre as perguntas e prepare-se para alcançar metas!

 

1 – O quê? (What)

 A primeira pergunta vai dar a introdução na hora de alcançar metas. Afinal, qual é a sua meta? Trocar de área profissional, conseguir uma promoção, planejar uma viagem internacional? Não importa o objetivo, você precisa ter ele definido para saber a melhor estratégia de ação.

 

2 – Por quê? (Why)

 O why será o seu combustível para seguir em frente, mesmo diante das dificuldades que podem surgir. Por exemplo: qual o motivo que leva você a pensar em trocar de área? São melhores oportunidades, possibilidade de mais equilíbrio com a vida pessoal, paixão por um novo segmento profissional? Anote tudo isso e leia sempre que estiver pensando em desistir ou se sentir decepcionado com alguma barreira.

 

3 – Onde? (Where)

 O where está relacionado com o local em que sua meta acontecerá. Se o seu projeto é abrir um negócio… onde? Em que cidade, bairro ou até em que prédio comercial? Tente visualizar o máximo de detalhes possíveis.

 

4 – Quando? (When)

 O quando vai ajudar na hora de pensar prazos, o que é fundamental para tirar qualquer projeto do papel. Lembre-se de projetar prazos realistas e pensar sempre em uma margem a mais ou a menos, para evitar frustrações e, principalmente, pular etapas na pressa de alcançar metas.

 

5 – Por quem? (Who)

 Se a sua meta é individual, a pergunta de por quem será facilmente resolvida. Afinal, você é o agente da mudança que espera na sua vida. No entanto, se estiver planejando um projeto em grupo, tal questionamento pode ajudar na distribuição de tarefas e atribuições de responsabilidades. Lembre-se: delegar é muito importante e pode ser determinante para o sucesso!

 

6 – Como? (How)

Aqui seu plano para alcançar metas começa a ficar mais delimitado. Como você vai fazer para atingir o seu objetivo? De forma prática, o que pode ser feito agora mesmo? E daqui 1 mês? E daqui 6 meses? Combine a sua operação com os prazos e vá desmembrando em tarefas mais pontuais. Por exemplo: você quer um novo emprego. Então hoje pode ajustar o seu currículo, na semana que vem começar a procurar vagas e fazer contatos, daqui um mês avaliar as oportunidades que já surgiram e assim por diante.

 

7 – Quanto? (How much)

 Se a sua meta é abrir uma empresa, quanto vai precisar para isso? Quanto custa o seu sonho? Faça uma projeção de gastos e peça orçamentos para ter uma noção mais exata de valores. Por exemplo: você precisará de uma identidade visual, um site, cartões de visita? Então, já busque fornecedores e peça cotações. Explique que é um orçamento inicial e que volta a contatá-los quando de fato precisar do trabalho. Mas lembre-se que alguns serviços podem ter variação de custo com o passar do tempo. Então, deixe sempre uma margem no orçamento.

A partir das 7 perguntas você estará pronto para traçar seu plano de ação e ajustar o seu planejamento. Afinal, não adianta estar frustrado ou triste, mas não se mexer para que a mudança aconteça. Qualquer objetivo só estará mais perto a partir do momento que você começar a sua caminhada na direção do que acredita ser ideal.

Os planos podem mudar no meio do caminho? Pode acontecer sim e isso não é necessariamente algo negativo. Mas não conte com aquele elemento surpresa que vai mudar a sua vida para melhor da noite para o dia. Tem vezes que ele não aparece e você se dá conta que só perdeu tempo esperando. Então, comece a agir!

 

Uma atitude mental positiva pode, e vai, mudar o seu dia

Uma atitude mental positiva pode, e vai, mudar o seu dia

Você já parou para pensar em como uma atitude mental positiva pode influenciar no seu dia? Mais do que isso, em como a sua energia reflete nas suas ações e pode ser determinante em uma trajetória de sucesso?

Segundo Napoleon Hill, a atitude mental positiva é o ponto essencial em uma estratégia de triunfo, uma vez que ela vai ter um impacto direto em você. Faz parte de quem você é e, mais do que isso, de onde você quer chegar. Portanto, o resultado da mudança de perspectiva é notável dentro de você, mas também na sua vida pessoal e profissional, promovendo revoluções inacreditáveis!

 

A atitude mental positiva

Master Mind RS

O fundamento da atitude mental positiva está nos pensamentos que geram sentimentos. Tais sentimentos têm como consequência ações e ações são determinantes para resultados. A engrenagem do sucesso funciona assim, então seu foco deve estar em alimentar constantemente uma atitude mental positiva.

E como fazer isso? Vivemos em uma contemporaneidade dinâmica. Podemos nos sentir constantemente sufocados pelo excesso de informação, de estímulos, de mudanças. Isso é normal, no entanto, não podemos deixar tal realidade afetar a nossa capacidade de manter uma visão positiva.

Perceba que a atitude mental positiva começa dentro de você e parte como um “efeito borboleta”, em que uma coisa afeta a outra. Ou seja, seu “bom dia” e sorriso pode tocar as pessoas ao seu redor. Um ato de gentileza pode mudar o dia de alguém. Consequentemente, isso vai servir de estímulo para os outros também agirem de forma positiva, buscando força, coragem e inspiração mesmo em pequenas atitudes da rotina.

Mas como isso pode refletir no seu trabalho e na vida profissional? Pessoas motivadas e entusiasmadas possuem mais facilidade em resolver problemas e se adaptar. Em termos empresariais, são características que fazem a diferença no profissional do futuro e, também, em atitudes de liderança.

Equipes eficientes devem fazer as coisas acontecerem. Iniciativa é a chave e isso parte de uma atitude mental positiva. Parte de acreditar que algo pode dar certo, da ousadia de tentar e se comprometer com um projeto.

 

Mais que um pensamento

Master Mind RS

Importante destacar que a atitude mental positiva não significa apenas acreditar que algo vai dar certo ou melhor. Não é se conformar com o que está posto, manter uma postura de aceitação, especialmente diante de problemas ou dificuldades.

Trata-se de mais que um pensamento. É uma motivação para uma atitude positiva, capaz de provocar mudanças internas e, também, externas. É a força para virar o jogo, acreditando em fazer a diferença e dando o primeiro passo para isso.

 

Dicas para ter uma atitude mental positiva

Master Mind RS

Se você já está convencido da força e do potencial da atitude mental positiva, mas ainda não sabe bem como começar tal mudança em si mesmo, confira algumas dicas que vão ajudá-lo. Acredite em você!

  • Lembre-se que a mudança começa em você: não espere os outros mudarem. Mantenha o foco em você e na sua iniciativa própria. Pode ter certeza que isso, mesmo que com mais tempo, vai afetar e motivar os outros também. Não espere para começar.
  • Vigília constante: ter uma atitude mental positiva até pode ser simples, o difícil é manter isso. Para tanto, talvez seja necessária uma vigília pessoal. Que tal um exercício prático para ajudar?Tente por um mês inteiro escrever, antes de dormir, pelo menos uma atitude mental positiva que você teve ao longo do dia. Pode ser algo simples, da esfera pessoal, até algo relacionado com um fato mais significativo na vida profissional. No dia seguinte, ao acordar, leia em voz alta o bilhete para si e lembre-se do sentimento de a atitude mental positiva gerou em você. Depois, foque naquela energia para começar um novo dia e repita o exercício. Assim, você estará alimentando, aos poucos, uma mudança de atitude que vai fazer a diferença na sua vida.
  • Perceba o caminho como parte do processo: às vezes estamos tão cegos com foco no resultado, no “pote de ouro no fim do arco-íris”, que ignoramos valiosas lições que surgem na trajetória até o sucesso. A atitude mental positiva vai ajudá-lo a ter mais consciência sobre suas ações, sentimentos e projetos. Com isso, você aprenderá a apreciar cada instante da jornada ao sucesso, pois inúmeras aprendizagens podem nos tornar mais fortes e cientes do nosso poder interior.
  • Use seu corpo: seu corpo acompanha os seus sentimentos, uma vez que ele reflete a sua alma e o que se passa dentro de você. Então, voz, entonação, postura e movimentos vão estar em consonância com a sua atitude interior. Quer externar para o mundo confiança, força e autoestima? Então, deixe isso nascer dentro de você através de uma atitude mental positiva.

Transforme o seu mundo através da atitude mental positiva. Deixe seus sentimentos impactarem a sua vida e a realidade de quem está ao seu redor. Lembre-se: a vontade de mudar está dentro de você. Então, qual será a sua perspectiva? Boa sorte!

 

5 truques fundamentais na hora de abordar clientes

5 truques fundamentais na hora de abordar clientes

Para vender mais, seja um produto ou serviço, um passo é essencial: abordar clientes. E tal abordagem pode ser tão importante a ponto de definir uma venda e, assim, impactar os seus resultados.

Por isso, alguns truques fundamentais podem ajudar a garantir o sucesso de uma venda. Saiba como melhorar a sua abordagem e ter uma relação mais conectada ao seu cliente e suas necessidades como consumidor.

 

Como é a sua abordagem?

Master Mind RS

Você já parou para analisar como faz para abordar clientes? Como se aproxima deles e quais as frases geralmente ditas no início do diálogo?

Na atualidade, as relações sociais e, por consequência comerciais, estão cada vez mais individualizadas. O cliente gosta de ser percebido como único, não como mais um. Isso implica em cuidados importantes no tratamento e abordagem. Aquele velho clichê “Como posso ajudar?” já não se enquadra mais.

Precisamos entender o cliente e, principalmente, seu momento de compra. É um potencial cliente? Um comprador que está voltando? Alguém que nunca ouviu falar da marca? Cada um desses consumidores vai exigir uma abordagem diferente e, nesse sentido, personalizada.

Além disso, a rotina é dinâmica e todos sentimos como se não tivéssemos tempo para perder. Isso implica em uma diferente dinâmica de venda também, cada vez mais objetiva e direta, sem jogos de sedução e muitas voltas. Sendo assim, temos que saber trabalhar com isso ao nosso favor.

Uma estratégia eficaz é ter um público-alvo definido. Ao pensar no seu cliente, tente entender a sua necessidade e identifique o seu problema. Assim, perceba como a sua empresa ou produto pode ajudar.

Uma abordagem como solução para um cliente é uma forma direta de estabelecer uma ligação com o consumidor. Então, seja claro e não tenha medo de já começar a abordagem por tal solução.

 

Truques fundamentais para abordar clientes

Master Mind RS

Agora que você já refletiu sobre a sua forma de abordar clientes e percebeu como o nosso contexto afeta a relação entre vendas e consumidor, é hora de conhecer 5 truques fundamentais que vão mudar a sua abordagem para deixá-la muito mais eficiente. Tenha em mente os dois pontos já apresentados: cliente como ser individual e relações mais diretas e dinâmicas de venda.

1 – Troque o “Posso ajudar?”: uma frase clássica de vendedor é o “posso ajudar?”. Você já disse alguma vez ou ouviu quando estava na posição de cliente? Provavelmente sim! E sabe qual a resposta mais comum para tal questionamento? “Obrigada, estou só dando uma olhadinha”. Ou seja, o cliente já coloca uma barreira na comunicação, se afastando do vendedor.

Mas como substituir tal abordagem? Uma dica é ir pelo simples: “Oi, bom dia”, acompanhado de um sorriso. A aproximação é simpática, natural, direta e dá abertura para o cliente se expressar.

2 – Identifique o momento do consumidor perante o seu negócio: como citado, identificar se o cliente já conhece o seu negócio, é novo ou está voltando pode contribuir na personalização do atendimento. Além disso, vai ajudar a pular etapas, colaborando na otimização do tempo do cliente.

Por exemplo: você é vendedor em uma loja e entra um cliente. Se ele já comprou ali, provavelmente tem referência dos produtos e até da localização deles no espaço físico. Então, você pode ser muito mais objetivo no atendimento, sem necessidade de apresentações mais gerais.

Mas e como identificar tal momento? Uma pergunta simples pode ajudar: “Você já conhece a nossa loja/marca?” Inclusive, tal questionamento dá margem para a pessoa contar se já teve algum problema anterior, preparando você para lidar com isso.

3 – O corpo fala: sua linguagem corporal também é importante ao abordar um cliente. Evite tocar muito, pois a maioria das pessoas não gosta. Não esqueça do sorriso e do contato visual, para mostrar que o cliente tem a sua atenção. Mantenha a coluna ereta e uma postura receptiva.

4 – Atenção na oratória: mantenha uma fala clara e no ritmo do cliente. Se ele está com pressa, tenha liberdade para falar mais rápido e ajudá-lo a agilizar o processo. Se ele está calmo e tranquilo, reduza o ritmo para acompanhá-lo. Não esqueça que uma comunicação efetiva vai contribuir quando o assunto é vender. Articule bem as palavras e não tenha medo de se expressar.

5 – Não seja insistente: uma coisa é tentar convencer um cliente, outra é insistir quando ele já foi claro que não quer determinado produto ou serviço. A insistência vai torná-lo chato e pode prejudicar a reputação da empresa. Então, saiba respeitar o espaço do seu cliente.

Tais dicas vão ajudá-lo no momento de abordar clientes, podendo garantir o sucesso de uma venda e impactando os resultados do seu negócio. Afinal, vender mais é se conectar com o cliente, entendendo a sua necessidade e apresentando o seu produto ou serviço como uma verdadeira solução. Fazendo isso de uma forma clara e objetivo as suas chances de vitória são potencializadas. Esteja ao lado do consumidor, respeitando o seu espaço, e boa sorte!

 

 

A importância de saber delegar responsabilidades para equipe

A importância de saber delegar responsabilidades para equipe

Delegar responsabilidades para o seu time de trabalho é de fundamental importância. É um voto de confiança que pode ajudar no crescimento profissional dos membros da equipe e, consequentemente, da empresa, de forma geral.

Com novas tarefas, os funcionários se sentem desafiados e motivados para ir além, prontos para mostrar resultados e eficiência. O estímulo vai ajudar todo o grupo a superar obstáculos e resolver problemas de forma coletiva, com mais ousadia e, principalmente, confiança.

De tal forma, delegar responsabilidades é abrir espaço para novas ideias e projetos. É acreditar no potencial do seu time e mostrar de forma prática isso para todos. Além disso, a partir da distribuição de responsabilidades a equipe não fica dependente de um líder para agir. Todos se sentem integrantes e com espaço para fazer mais pela empresa.

Medo na hora de delegar

Como líder, é natural ter um pouco de receio na hora de delegar responsabilidades. Afinal, é o seu nome e a sua reputação que estão na linha de frente. Também é normal ter medo que os outros não se comprometerem como você, de falhas ou até problemas com a execução e prazos.

Contudo, a distribuição de tarefas é um dos pontos que vai fazer com que a sua liderança seja um dos diferenciais dentro da empresa. Isso porque delegando você vai estimular a sua equipe e, aos poucos, ter mais tempo para colocar a sua energia em questões que dependem especificamente de você.

Outro ponto interessante é que delegar não significa entregar uma “bomba” no colo do outro e sair correndo. O líder do futuro vai criar todo contexto de suporte que a equipe precisa para assumir responsabilidades. Além disso, vai saber identificar o perfil de cada funcionário na distribuição de tarefas, tentando combinar as potencialidades de cada um no projeto que deve ser assumido.

Assim, nota-se que delegar responsabilidades é uma consequência de um estratégia de liderança, que pode ser trabalhada e otimizada para o sucesso na sua trajetória profissional.

No nosso curso LINCE – Liderança, Inteligência Interpessoal e Comunicação Eficaz você aprenderá técnicas de delegar responsabilidades para a sua equipe.

 

5 benefícios ao delegar responsabilidades

Agora que já destacamos a importância de delegar responsabilidades, vamos apresentar 5 benefícios que isso pode resultar. Confira:

1 – Tempo para prioridades ou novos projetos: como foi destacado, quando o líder delega o que é necessário, ele se libera para ter mais tempo para focar em pontos que exigem a sua atenção. O benefício disso para a empresa é que o líder tem mais condições de encontrar soluções e alternativas que podem ter grande impacto no negócio, já que o mesmo não está envolvido diretamente com questões mais rotineiras e que podem ser gerenciadas por membros da equipe.

2 – Menos estresse: com as tarefas organizadas e distribuídas entre o time de trabalho, o resultado é menos estresse para todos, especialmente para quem antes poderia estar sobrecarregado.

3 – Novos líderes: o líder que delega pode estar preparando novos líderes para a empresa. E isso não deve ser visto como “criar” potenciais concorrentes! Pelo contrário, um time de sucesso vai fazer a empresa crescer e, consequentemente, novas oportunidades podem surgir para todos.

4 – Crescimento pessoal: quem recebe novas responsabilidades acaba se sentindo valorizado e reconhecido. Assim, terá mais motivação para se envolver com a empresa e mostrar resultados concretos com o seu trabalho. Uma equipe realizada e motivada tem muito mais condições de crescer e de ser inovadora nas suas tarefas.

5 – Relacionamento líder – equipe: delegar tarefas mostra confiança na equipe. Isso com certeza vai refletir em uma melhor relação entre líder e funcionários, pois eles vão se sentir valorizados e reconhecidos.

 

Dicas essenciais na hora de delegar tarefas

Agora não faltam motivos para você sentir a confiança necessária na hora de delegar tarefas. Para prepará-lo ainda mais, confira algumas dicas essenciais:

  • Esqueça a sabotagem mental de “eu faria isso mais rápido/melhor”. Aprenda a confiar na equipe. Com certeza no início será mais difícil e você terá que acompanhar mais de perto. No entanto, com o tempo a tendência é a equipe ter mais confiança e autonomia, não precisando de tanta atenção.
  • Delegar responsabilidades requer uma comunicação clara. Explique o que espera na realização da tarefa e quais as ferramentas disponíveis para a realização da mesma.
  • Outro ponto essencial é o acompanhamento contínuo! Ao transmitir uma responsabilidade para um membro da equipe, mantenha contato direto para verificar o andamento, mas sem censurar as ideias que estão em andamento. Ao invés de dizer “isso não deveria ser assim”, tente questionar: “e se fosse de tal forma?” ou “como poderíamos fazer diferente?”.
  • Antes de delegar, tente mapear as potencialidades de cada membro da equipe. Assim, você terá mais segurança na hora de transmitir uma responsabilidade.
  • Não esqueça do feedback! Após concluída uma atividade, dê retorno sobre o resultado e dicas para melhorar e otimizar o processo.

Delegar responsabilidades vai desafiar a sua equipe e manter o grupo motivado, gerando resultados positivos e de impacto para o negócio. Isso vai contribuir na relação entre líder e time de trabalho, fortalecendo a sua liderança de sucesso.

 

5 dicas infalíveis para melhorar as suas apresentações profissionais

5 dicas infalíveis para melhorar as suas apresentações profissionais

O seu trabalho exige que você apresente diferentes materiais informativos para a sua equipe? Gráficos, relatórios, metas ou um novo projeto? Saiba que apresentações profissionais precisam ser claras. Por mais óbvio que pareça, o resultado desejado é que todos saiam do encontro com os pontos principais em mente, para trabalharem juntos. Então, a forma que você apresenta o material é fundamental na condução das ideias para que isso ocorra.

 

Por onde começar?

Organizando ideias para apresentações

O objetivo das apresentações mostradas em um ambiente de trabalho é compartilhar ideias ou ações. De tal forma, uma apresentação de sucesso deve cobrir uma série de pontos relevantes, levando até uma conclusão. Isso deve estar sempre na sua mente na hora de preparar o material.

Para começar, é essencial organizar as ideias e pensar na ordem lógica do conteúdo. Por isso, evite preparar a apresentação já no Power Point ou no programa/aplicativo que você usa para isso. A melhor maneira para iniciar é com um papel e caneta, lousa ou documento em branco no Word.

Assim, você vai conseguir organizar as ideias de fato antes de juntá-las em uma apresentação. Pense comigo: se você quer fazer um filme, vai pegar a câmera e já sair gravando? Claro que não! Antes de mais nada vai criar o roteiro e ter certeza de que seu conteúdo está bem representado, levando onde você deseja.

E já que foi citado o exemplo de um roteiro de um filme, o passo inicial para as suas apresentações profissionais é como se fosse um roteiro para elas. Separe os dados e informações que você tem para usar. Se tiver dificuldade diante da página em branco, tente escrever em ordem cronológica: passado, presente e futuro ou problema, plano de ação e resultado, dependendo o assunto ou abordagem da apresentação.

Com a base de conteúdo estruturada, vai ser muito mais simples passar o material para as apresentações. Vai levar mais tempo? Talvez. Contudo, o resultado pode ser muito mais satisfatório e eficaz.

 

Confira 5 dicas infalíveis para apresentações profissionais

Agora que você já sabe por onde começar as suas apresentações profissionais, confira algumas dicas para deixá-las ainda mais atrativas e completas, chegando nos resultados esperados com 100% de eficiência.

1 – Seja objetivo: todos possuem uma série de responsabilidades e tarefas para realizar ao longo do dia. Uma apresentação monótona e repetitiva vai fazer com que o grupo se disperse e não consigo manter a atenção. Para evitar isso, uma estrutura simples pode ajudar:

  • Abertura: declaração breve sobre o tema geral da apresentação.
  • Mensagem principal: a mensagem central do conteúdo deve estar clara e evidente. Em resumo, você deve mostrar para o público onde quer chegar com a sua apresentação. As pessoas devem escutá-la e entender o motivo de estarem ali.
  • Fechamento: retome a mensagem principal e mostre a conclusão ou os resultados.

2 – O visual importa: os slides precisam ser bem organizados não só de conteúdo, mas também visualmente. Confira algumas sugestões e pontos para ter cuidado:

  • Cuidado com o tamanho da fonte. Uma letra muito pequena vai impedir que o público acompanhe os principais tópicos.
  • Não escreva tudo que será dito. Os slides devem contar os pontos principais, não todo desenvolvimento da ideia. Isso deve ficar na fala da apresentação.
  • Cuidado com o contraste entre fundo e fonte. O mais importante é um texto legível. Se tiver medo de ousar, um fundo branco com fonte preta é seguro.
  • Evite fontes muito trabalhadas: fontes fantasia podem dificultar a leitura e não passar credibilidade ou profissionalismo.

3 – Aposte em imagens: elas podem ajudar no entendimento da ideia ou a deixar a apresentação mais leve e interessante. Gráficos ou tabelas ajudam na exibição de dados mais complexos ou comparativos.

4 – O poder das histórias: o storytelling não é mais uma tendência, é uma realidade. No ambiente corporativo, pode fazer toda diferença nas suas apresentações profissionais. Contar histórias é dar mais humanidade para um assunto. É dar nomes, criar personagens e, com tal estratégia, se aproximar do público sentado na sua frente e captar a atenção das pessoas.

5 – Seja prático: citar frases e dissertar sobre teorias pode ajudar no entendimento de determinado conteúdo. No entanto, muitas vezes acaba distanciando o público e até deixando as pessoas impacientes. O tempo é precioso e por isso é preciso lembrar: seja prático! Dê exemplos, mostre como uma situação vai afetar a empresa, a equipe ou os clientes. Isso está totalmente relacionado com outro ponto já citado aqui: seja objetivo e saiba sintetizar as ideias.

Agora você já sabe o caminho para aumentar a eficiência das suas apresentações profissionais. Com as dicas e estratégias você terá muito mais facilidade na hora de preparar qualquer conteúdo corporativo. Além disso, você terá a atenção que precisa e vai manter o público em sintonia para alcançar os resultados desejados. Confie em você e boa sorte!

Quer se aprofundar mais no assunto? Conheça o nosso curso de oratória.

 

NÃO DESISTA! Como ser mais persistente diante dos desafios

NÃO DESISTA! Como ser mais persistente diante dos desafios

Você quer e sente que precisa ser mais persistente, mas não sabe por onde começar? Então nós vamos ajudar! Saiba que a vontade de desistir é normal e faz parte do caminho para os seus sonhos. No entanto, existem estratégias que vão contribuir quando o desânimo bater, mantendo a motivação e o foco para crescer e ir além.

VONTADE DE FUGIR: O QUE NÃO ESTÁ NOS CASES DE SUCESSO

Você com certeza já deve ter visto em uma revista, na internet ou outro veículo de comunicação uma história de sucesso impactante. Alguém que saiu do zero e alcançou seu grande sonho. Geralmente histórias assim mexem com a gente e dão uma dose extra de motivação.

Contudo, tem algo que não é citado ou se está lá aparece sem destaque: a vontade de fugir, largar tudo e abandonar um projeto ou objetivo diante das dificuldades que surgem. Assim, a trajetória para o sucesso parecer simples e mais fácil do que na verdade é.

Você olha para o case de sucesso e compara com a sua jornada. O que surge na sua mente? Por que para você não é assim? Por que você pensa em desistir (várias vezes, inclusive)?

Saiba que com certeza os grandes empreendedores e as pessoas de sucesso já pensaram em desistir. Mais do que isso: muito desistiram mesmo e tiveram a realização persistindo em outra ideia ou projeto. Só que isso nem sempre está nos cases das revistas ou da mídia. Por isso, não desanime!

 

4 RAZÕES PARA PERSISTIR

A persistência é essencial para uma jornada de sucesso. Mesmo diante das dificuldades, frustrações e dos problemas externos que podem surgir você precisa manter a garra e a vontade ao perseguir a sua felicidade.

E para ser mais persistente, 4 razões podem abastecer a sua motivação. Confira e lembre-se sempre:

1 – É melhor tentar e falhar do que nunca tentar: isso envolve sair da zona de conforto e aprendizagem. Afinal, uma vez errando conseguimos absorver novos conhecimentos e uma bagagem para não repetir falhas. Sem falar que o erro às vezes no leva a um caminho novo que jamais teríamos descoberto se apenas esperássemos sentado algo acontecer.

2 – Falhar não significa que você não é capaz: uma falha geralmente está associada com o fracasso ou a incapacidade. Lembre-se que não é nada disso! Todos cometem erros. A diferença é o que você vai fazer diante de um erro: ignorá-lo e repetir as falhas no futuro ou aprender com ele e aplicar isso para mudança?

3 – Sempre vão existir pessoas que vão querer que você desista: ao invés de ver isso como um motivo a mais para abandonar uma ideia, use como motivação para seguir firme. Escute os outros, pondere opiniões, mas nunca deixe de confiar em você mesmo. Só você sabe o que se passa na sua mente e coração!

4 – Inspire as pessoas: deixe a sua motivação inspirar quem está ao seu redor. Mostre através do exemplo da sua persistência que as outras pessoas também podem construir uma trajetória vencedora, de otimismo e vontade!

 

 

ESTRATÉGIAS PARA SER PERSISTENTE

Agora que você já tem novas razões para ser mais persistente e encarar os desafios que vão levá-lo ao sucesso, conheça estratégias que vão mandar a vontade de desistir para bem longe:

– Tenha claro o que motiva o seu caminho: tenha sempre objetivos claros e definidos. Listas em papel podem ajudar. Com isso, analise as suas motivações. Uma boa dose de paixão é sempre importante, pois servirá como motivação a mais. Sempre que pensar em desistir, coloque em mente cada razão que o leva ao seu sonho.

– Saiba equilibrar expectativas: uma expectativa não alcançada pode gerar frustração e desânimo, levando um passo mais perto da desistência. Por isso, tente equilibrar o que você deseja com o que é realista e de fato possível. É o que se diz: “pés no chão e cabeça nas nuvens”. Tente conciliar ambos!

– Seja compreensivo com você mesmo: vários fatores externos podem interferir na nossa performance e isso pode afetar diretamente nos resultados alcançados. Por isso, tenha calma e compreensão com os momentos vividos, sabendo que às vezes um projeto pode ser um pouco adiado e isso não necessariamente significa desistir.

por maior que seja um objetivo, na trajetória até ele você com certeza terá pequenas conquistas que precisam ser celebradas e reconhecidas. Use isso para abastecer a sua energia e como fonte de motivação.

– Reconheça a estrada percorrida: toda vez que a vontade de desistir bater olhe para trás e veja até onde você já chegou! Reconheça o caminho como parte do todo e sinônimo de vitórias constantes.

Saiba que ser mais persistente é algo que depende de você. Aprenda a trabalhar a sua mente para identificar a vontade de desistir e quando o desânimo está chegando. Adiante-se para virar o jogo com muita motivação. Lembre-se: a vitória pode estar poucos passos na frente. Acredite!

 

Você é uma profissional bem-sucedida? Confira 4 passos para se tornar uma!

Você é uma profissional bem-sucedida? Confira 4 passos para se tornar uma!

Como você define o sucesso? Quando pensamos na profissional bem-sucedida, algumas imagens costumam aparecer na nossa mente. É a mulher de terninho em um escritório elegante ou coordenando uma reunião com muitos gráficos e quadros. É a que lidera, planeja e executa com maestria.

Mas será que é isso mesmo? Já tem um tempo que o fato de ser bem-sucedida passou a ser muito mais relacionado com um equilíbrio do que as fotos perfeitas das revistas com os cases de sucesso do mercado de trabalho. A nova geração de profissionais quer estar além do cargo respeitável e de liderança.

O conceito de sucesso profissional está muito mais abrangente e também relacionado com uma vida saudável, bons hábitos, tempo para cuidar de si e da família. O dinheiro é uma consequência, inevitavelmente, mas que nem sempre está no centro das decisões profissionais.

Se antes ser bem-sucedida tinha relação direta com estar sempre ocupada e estressada, agora a imagem é diferente. Envolve os relacionamentos pessoais, a autoestima e objetivos a médio e longo prazo.

As mulheres foram condicionadas a acreditar que era só uma questão de persistência e querer chegar lá. Mas lá onde? E, além disso, existem obstáculos que não podem ser esquecidos e que tornam o chegar lá um pouco mais distante para elas.

 

Mulheres no mercado de trabalho

 

profissional-bem-sucedida

Muito se fala sobre igualdade de gênero. No mercado de trabalho, o tema é extremamente relevante, uma vez que as mulheres ainda ganham, em média, 77% do que ganham os homens. O dado faz parte do relatório “Mulheres no trabalho: tendências de 2016”, produzido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Segundo a pesquisa, a diferença pode estar relacionada com a desvalorização do trabalho realizado pelas mulheres, a discriminação e a necessidade das mulheres interromperem a carreira ou reduzirem horas de trabalho remunerado para cumprirem responsabilidades domésticas ou relacionadas aos cuidados com os filhos. O relatório confirma estimativas de que seriam necessários mais 70 anos para acabar com a disparidade salarial de gênero.

Em tal contexto, ser uma profissional bem-sucedida é um objetivo com algumas barreiras extras. Por isso, as mulheres devem buscar diferenciais e características que podem fortalecê-las na trajetória profissional e na busca pelo que elas entendem por sucesso.

 

As qualidades de uma profissional bem-sucedida

 

mulher-bem-sucedida

 

Algumas características e qualidades podem ajudar no caminho da realização profissional. Veja quais são e as encontre dentro de você:

  • Paixão: tudo bem que a razão é importante na hora de tomar decisões. No entanto, é aquela dose de paixão que vai ser a diferença entre o fazer acontecer e o esperar. Pode dar errado? Pode e muitas vezes dá mesmo. Contudo, aprender com os erros também faz parte. E se der certo? Tem vezes que vale o risco.
  • Impaciência: a profissional bem-sucedida não se acomoda por muito tempo. Está sempre em busca de novas possibilidades, mesmo que isso às vezes signifique desconstruir o que já está posto como certo. “Mas e se?” é uma pergunta constante.
  • Flexibilidade: ser flexível para mudar de ideia, rever conceitos e, às vezes, dar um passo para trás. Em alguns momentos os planos são tão fechados e definidos que não enxergamos coisas muitos maiores que podem acontecer com um pouco de flexibilidade.
  • Determinação: está relacionada com a impaciência e a vontade de ir atrás. Ter objetivos a curto, médio e longo prazo pode contribuir aqui.

 

4 passos que vão levar você ao sucesso

 

 

Agora que você já conhece algumas das qualidades que fazem a diferença na busca pelo sucesso, confira 4 passos que vão ajudar na sua trajetória para ser uma profissional bem-sucedida.

1 – Escreva as suas metas: colocar no papel as suas metas é uma excelente forma para mantê-las em mente com foco e determinação. Ao fazer isso, aproveite para desmembrar cada objetivo em estratégias de ação. Por exemplo: se daqui 3 anos você pretende projetar uma carreira internacional, uma primeira decisão, a curto prazo, pode ser matricular-se em um curso de inglês.

2 – Defina o seu sucesso: o que é sucesso para você é diferente da visão de sucesso de outra pessoa. Por isso, trilhe o seu caminho tendo diferentes histórias como referência, não como verdades absolutas.

3 – Busque qualificação: estude sempre para ir além! E não precisa ser uma graduação, pós ou algo assim. Mantenha o hábito da leitura, pesquise temas relevantes para a sua área profissional e esteja por dentro de novidades e lançamentos do mercado. Uma boa dica para isso pode ser separar 20 ou 30 minutos diários, sempre no mesmo horário, como um hábito. Além disso, invista em treinamentos pessoais que podem ajudar no desenvolvimento de qualidades pessoais que podem fazer a diferença na sua carreira.

4 – Reconheça as pessoas: é impossível criar ou desenvolver um projeto sem contar com outras pessoas. Afinal, muitas vezes nosso trabalho é justamente com ou para os outros. Ter uma rede de apoio é fundamental e vai fortalecer você. Nas relações profissionais, saiba ouvir os outros e reconhecer quem contribui e se esforça diariamente para o crescimento do negócio.

Seja qual for a sua definição de sucesso, ela pode estar ao seu alcance. Acredite em você! Ser uma profissional bem-sucedida vai além de cargos, salários e de uma posição de liderança. Está dentro de você e em como você se sente pessoalmente e profissionalmente.